Notícias



Consórcio terá 90 dias para apresentar projeto de monotrilho em Salvador

O governo do estado da Bahia assinou contrato com o consórcio Skyrail, formado pelas empresas chinesas BYD e Metrogreen, para a construção do monotrilho de Salvador. A obra substituirá os trens de subúrbio da capital baiana, que hoje vai das estações Calçada a Paripe.

Após a assinatura do contrato, o consórcio terá 90 dias para apresentar à Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) o projeto detalhado do monotrilho. Se for aprovado, segundo presidente da CTB, Eduardo Copello, as obras podem começar logo em seguida.

O projeto inicial prevê 20 km de via elevada (5 km a 5 metros de altura e 15 km a 3 metros de altura) e 22 estações. A primeira fase deve ligar a Ilha de São João a região do Comércio (na parte litorânea), enquanto a segunda etapa deve ligar o trecho da primeira fase ao metrô, operado pela CCR Metrô Bahia. A obra está avaliada em R$ 1,5 bilhão e será implementada por meio de Parceria Público-Privada. O aporte do governo será de R$ 100 milhões. A concessionária fica com o restante, além da  implantação, operação e manutenção do sistema pelo período de 20 anos.

Segundo a BYD, a expectativa é que sejam transportados 150 mil passageiros/dia no trecho. Apenas o espaço da atual via deverá ser aproveitado, afirmou o diretor da BYD, Alexandre Liu. A conclusão das obras está estimada em 24 meses. As atuais 10 estações do sistema de Salvador serão desativadas e reaproveitadas para a prestação de outros serviços, como postos de polícia militar e centros de atendimento.

Fonte: Revista Ferroviária



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.