Notícias



Ferrovias também querem a desoneração em folha

A Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), a exemplo de outros 40 setores, também pleiteia a desoneração da folha de pagamento em 1%. Na quinta-feira, dia 7 de fevereiro, com o auxílio do deputado federal do PT da Bahia, Amauri Teixeira, a associação entrou com pedido de emenda parlamentar à Medida Provisória de número 601 de 2012, que propõe a desoneração das folhas de pagamento de setores da construção civil e varejista, solicitando a inclusão das concessionárias de transporte ferroviário de cargas no texto.

Desde o processo de desestatização das ferrovias de carga no Brasil, a partir de 1996, a participação do modal ferroviário na matriz de transportes aumentou de 17% para 25%. A movimentação de cargas cresceu 88%, passando de 253,3 milhões de toneladas, em 1997, para 475 milhões de toneladas em 2011.

Com a isonomia de 1% no faturamento, o setor ferroviário de cargas terá uma redução em sua folha de pagamentos de cerca de R$ 200 milhões entre 2013 e 2014. Valor irrisório se comparado com os R$ 60 bilhões de redução que os demais setores já contemplados terão com a desoneração.

Fonte: Revista Ferroviária



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.