Notícias



Fetapergs aponta que até 2014 aposentados que contribuíram sobre dois salários mínimos receberão o mesmo que os contribuíram sobre apenas um salário

Até 2014, os aposentados que contribuíram sobre dois salários mínimos receberão o mesmo valor de benefício que aqueles que contribuíram sobre apenas um salário. O estudo da Federação dos Trabalhadores, Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul (Fetapergs), evidenciado através de um gráfico, mostra o achatamento dos benefícios acima do mínimo.

 
“Na verdade, no comparativo, quem recebia dois salários mínimos no ano de 2000, chegará em 2014 recebendo apenas um salário, mesmo que esse trabalhador tenha contribuído mais para receber uma aposentadoria maior. Isso prova que os benefícios acima do mínimo estão sofrendo decréscimo”, destaca o secretário da Fetapergs, Léo Altmayer.
 
A origem dessa deformidade está nos reajustes diferenciados que passaram a ser concedidos por sucessivos governos, ou seja, com aumentos maiores para o salário mínimo e apenas atualização da inflação para os benefícios acima do mínimo.
 
A consequência, garante o secretário, é uma injustiça com aqueles trabalhadores que passaram a vida contribuindo sobre mais de um salário mínimo como forma de ter um benefício um pouco maior na aposentadoria. Além disso, se seguir nesse ritmo, as pessoas ficarão desestimuladas de contribuir sobre mais de um salário mínimo.
 
“O trabalhador começa a se perguntar: por que pagar a mais, se no futuro terei meu benefício corroído?”, questiona.
 
Ainda de acordo com Altmayer, a consequência será uma perda aguda de arrecadação por parte da Previdência. “Queremos a recuperação dos nossos benefícios. Há o Projeto de Lei de n° 4434, que estabelece a recomposição das defasagens nas aposentadorias e pensões em até cinco anos. É preciso que vá para votação”, reivindica.
 
 
Fonte: COBAP


SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.