Notícias



Governador diz que tem a garantia da presidente Dilma de que não haverá desativação de ferrovias na Bahia

Em reunião de quase duas horas de duração nesta sexta-feira (06), o governador Jaques Wagner disse ter a garantia da presidente Dilma Roussef de que não haverá desativação de trechos ferroviários na Bahia. Ele destacou que Alagoinhas não será excluída do Programa de Investimento em Logística (PIL) do governo federal, que prevê a construção de uma nova ferrovia no território baiano. O governador recebeu o deputado estadual Joseildo Ramos (PT), o coordenador do SINDIFERRO Paulino Moura, bem como representantes do município. Eles discutiram sobre a situação da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), autorizada por resolução de julho da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a devolver 1760 km da malha sob sua concessão na Bahia. A FCA é responsável por 1.200 postos de trabalho, entre empregos diretos e indiretos e pelo transporte de cargas de empresas como a Ferbasa, BR Distribuidora, Magnesita e a BSC.

“Não existe nenhuma hipótese de desativar a ferrovia, nem retirar trilhos. Tenho o compromisso da presidente da República. É um processo de retomada e não de desativação. A garantia que eu tenho é que não haverá desmobilização enquanto não tivermos uma nova ferrovia. O governo federal precisa dizer agora quem assume o trecho”, garantiu. Esse será um dos pontos de pauta do encontro que o governador terá com o ministro dos Transportes, César Borges e o diretor- presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), na próxima segunda-feira (09), em Brasília (DF).

Durante a reunião, Joseildo voltou a criticar a resolução da ANTT e defendeu a ampliação do debate sobre o traçado da nova ferrovia. “Wagner endossou essa preocupação e assegurou que não haverá definição de traçado sem discussão com o governo baiano.”, apontou. De acordo com os estudos do governo federal, a nova ferrovia ligará a Bahia ao estado de Pernambuco, atendendo ao transporte de cargas e passageiros, ligando Parnamirim (PE) ao município de Feira de Santana. O parlamentar comemorou ainda a concretização do projeto de transporte de passageiros. De acordo com o governador, até o final de 2014, um Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) estará em atividade ligando Alagoinhas a Salvador.

Empregos

Em sua intervenção, Paulino Moura, do Sindicato dos Ferroviários da Bahia (Sindiferro –BA) demonstrou preocupação com os termos da resolução e com a possibilidade de demissão dos funcionários da FCA. Apesar da garantia dos governantes de que não haverá desmobilização dos trechos, ele frisou a necessidade de retificação da publicação da ANTT. “A resolução é fria, dura, fala de cargas, das empresas, mas não fala dos trabalhadores”, alertou. A discussão continua e o tema será objeto de audiência pública na Assembleia Legislativa, na terça-feira (10), às 9h30, na Comissão de Infraestrutura. O debate será organizado pela bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) a pedido do deputado Joseildo. Participaram ainda da reunião, o prefeito de Alagoinhas, Paulo Cézar Simões (PDT), o deputado Aderbal Caldas (PP), o secretário de Relações Institucionais do Estado, Cézar Lisboa, diretores do Sindicato de Ferroviários da Bahia (Sindiferro-BA), Rafael Vasconcelos, da Associação de Engenheiros Ferroviário do estado, representantes da Fundação Iraci Gama e do senador Walter Pinheiro (PT), o presidente da Câmara, Jorge Mendes e os vereadores  Radiovaldo Costa e Luciano Sérgio, ambos do PT.



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.