Notícias



Metrô de Salvador foi opção rápida e segura para quase 100 mil torcedores durante a Olimpíada

O Metrô de Salvador teve papel fundamental na locomoção dos torcedores durante os seis dias de partidas de futebol pelos Jogos Olímpicos realizadas na cidade. Assim como na Copa do Mundo de 2014, o metrô foi opção de transporte rápida, confortável e segura para quase 100 mil torcedores que se deslocaram para ver 10 jogos de futebol feminino e masculino na Arena Fonte Nova.

Apenas no jogo da Seleção Brasileira contra a Dinamarca, 33 mil usuários utilizaram o metrô, sendo 16.500 na ida e o mesmo número na volta. Nesse dia, a CCR Metrô Bahia ampliou o horário de embarque para até 1h da manhã e reduziu o intervalo entre os trens para agilizar o embarque. Após o final da partida do Brasil, em apenas 50 minutos, foram registrados 16.500 embarques oriundos da Arena, nas estações Campo da Pólvora e Brotas.

“Transportamos cerca de 40% dos torcedores que foram ao Jogos Olímpicos em Salvador, em seis diferentes dias, sem que nenhuma anormalidade tenha sido registrada. O resultado positivo deixa ainda mais evidente o quanto o Metrô de Salvador está preparado para ser um modal central na mobilidade da capital baiana”, avaliou o gestor de Atendimento e Operação da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade.

Se os 16.500 usuários que usaram o metrô no jogo do Brasil fossem de carro, e cada carro levasse 4 pessoas, seriam 4.125 veículos circulando no entorno na Arena Fonte Nova, procurando vaga para estacionar, tendo de chegar com muita antecedência para evitar congestionamentos, e enfrentar o trânsito na volta, perdendo horas.

Com o metrô, bastava estacionar no shopping Bela Vista, seguir para a Estação Acesso Norte e embarcar no trem. Essa foi a escolha do aposentado Roberto Pinto de Abreu, 61 anos, que utilizou o metrô para ir à Arena ver a seleção brasileira e assistir ao último jogo olímpico em Salvador. “Decidi pela comodidade do metrô, que para perto do estádio”, declarou. O tempo médio de deslocamento entre Acesso Norte e a Estação Campo da Pólvora foi de 7 minutos.

A combinação de carro e metrô também foi adotada pelo militar Alex Santiago, 37 anos, que aproveitou o jogo de ontem (13/08) para antecipar a comemoração do Dia dos Pais com o filho. Utilizando o metrô pela primeira vez desde o início da operação comercial, Alex destacou a organização da estação e do atendimento, mesmo diante do grande fluxo de passageiros chegando à Estação Acesso Norte.

As equipes da CCR Metrô Bahia trabalharam integradas com os demais órgãos federais, estaduais, municipais e entidades privadas envolvidos no planejamento do evento para garantir a realização dos jogos de forma pacífica e segura em Salvador.

Uma série de medidas foram adotadas para agilizar o atendimento dos usuários do metrô em todas as partidas dos Jogos Olímpicos, as principais foram: redução do intervalo entre os trens, reforço nos pontos de venda de cartões do metrô, aumento do número de equipamentos para validação dos cartões, presença de orientadores bilíngues, ampliação no quadro de segurança e colocação de banners de orientação para a chegada ao estádio.

Fonte: CCR Metrô Bahia



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.