Notícias



Provável fechamento de ferrovias e demissão em massa faz Sindicato organizar protestos em Alagoinhas

Em repúdio ao provável fechamento das linhas férreas de Alagoinhas/Juazeiro e Alagoinhas/Propriá, o que acarretará na demissão de cerca de 1.500 trabalhadores, o SINDIFERRO, Sindicato dos Trabalhadores Ferroviários e Metroviários da Bahia e Sergipe, organiza uma grande ação de protestos para a próxima quinta-feira, dia 11, às 6 da manhã, na Oficina Arlindo Luz, em Alagoinhas, cidade localizada a 108 km de Salvador.

Os trechos são operados pela empresa Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), controlada da mineradora Vale, que em 1996, assinou um contrato de 30 anos com o Governo Federal, portanto, este venceria legalmente, apenas em 2026. A decisão foi autorizada pela ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, órgão ligado a União. Além dessas duas linhas que envolvem a Bahia e Sergipe, a FCA irá desativar e devolver ao poder público mais 10 trechos ferroviários que explora nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Na visão do diretor do SINDIFERRO, Manoel Cunha Filho, a decisão tomada pelo órgão federal vai na contramão do emprego e do crescimento econômico. “Dentro de 1 ano e meio, serão extintos cerca de 500 trabalhadores diretos da empresa FCA e mais mil terceirizados, apenas nos trechos Alagoinhas/Juazeiro e Alagoinhas/Propriá. A determinação também sobrecarrega a logística de transportes, retira a circulação de impostos e não favorece o crescimento da indústria. A ANTT, que se trata de um órgão do Governo Federal, foi conivente com os interesses do Capital e contra os Trabalhadores, sendo que ainda faltam 12 anos para vencer o contato com a união”.

 

 

 



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.