Notícias



Turismo e cultura num trem que homenageia o Rei do Baião

Transbaião - O novo roteiro turístico e cultural da Bahia

Com 272 km, num itinerário que contempla turismo e cultura, um trem batizado de Transbaião passa a circular, a partir do próximo dia 16, até 1º de julho, em 13 municípios baianos. Em meio às festas juninas, a ideia também é prestar uma homenagem ao centenário de nascimento do cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga.

O idealizador do Projeto Transbaião – A Cultura Viaja Aqui, deputado federal Luiz Argôlo (PP), 31, afilhado do Rei do Baião, destaca que o projeto também resgata a memória de uma malha ferroviária desativada há 32 anos e construída em 1890.

Natural de Entre Rios, Argôlo ressalta que a Universidade Federal da Bahia desenvolve um estudo de viabilidade econômica sobre a reativação da linha. Atualmente, de acordo com ele, o trem não é viável “porque não há demanda turística nem divulgação lá fora”.

A médio prazo, contudo, sua expectativa é que o roteiro possa ser utilizado já na Copa das Confederações, em 2013, e na Copa do Mundo (2014), contando com a singularidade do período junino no interior.

História – A viagem inaugural ocorre no dia 16 entre as cidades de Dias D’Ávila e Camaçari. Com capacidade para 200 pessoas a cada viagem, para participar é necessário se inscrever no site www.transbaiao.com.br. As viagens contemplam cidades do Litoral Norte, Região Metropolitana de Salvador e Recôncavo.

Quem embarcar, terá direito a música ao vivo nos vagões, num passeio que dará ênfase à culinária regional e aspectos históricos das cidades. “O baiano tem que saber a sua história”, diz Argôlo.

A partir do dia 21 estão programados para as cidades de Cachoeira, Dias D´Ávila, Mata de São João, Pojuca, Catu, Alagoinhas e Entre Rios, shows com Chiclete com Banana, Calcinha Preta, Pablo, Michel Teló, Calypso, Dominguinhos, Zezé de Camargo e Luciano, Fagner, Adelmário Coelho e Zelito Miranda, entre outros.

Todos, de certa forma, tributários da obra de Luiz Gonzaga, que nomeou de “baião”, a pedido de uma gravadora, o gênero musical que o tornou famoso. De acordo com Argôlo, o nome se deu na viagem que fez de trem, de Pernambuco a São Paulo. Enquanto passava pela Bahia, Gonzagão sentiu que o Estado era muito grande e disparou: “Isso não é a Bahia, é um Baizão”. Daí para baião, anos depois, foi um pulo.

Os municípios envolvidos promoverão feiras de agricultura familiar e contam com capacitação de mão-de-obra promovida pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que vai mapear a culinária das localidades.

Viagem terá direito a música ao vivo nos vagões

Fonte: Jornal A Tarde



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.