Notícias



Ferrovia Centro-Atlântica ‘não poderá interromper serviços unilateralmente’ na Bahia, diz ANTT

Divulgação

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou, em nota enviada à imprensa, que devolução de concessões de ligações ferroviárias na Bahia pertencentes à Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) foi a pedido do governo federal. De acordo com o órgão, que é vinculado ao Ministério dos Transportes, apesar do cancelamento, a prestação do serviço não poderá ser interrompida unilateralmente. “A concessionária não tem permissão para paralisar a prestação de serviço de transporte sem a ciência e concordância dos usuários dependentes do transporte ferroviário nos trechos envolvidos”, informou. O deputado estadual Joseildo Ramos (PT), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da Bahia, criticou na última terça-feira (23) a decisão da ANTT de desativar e devolver diversos trechos da FCA, por onde passam cargas de empresas como Ferbasa, BR Distribuidora e a BSC. Com a decisão, as rodovias devem passar a receber 51 mil caminhões com magnesita, madeira e combustíveis, o que poderá encarecer a logística de transporte desses produtos. De acordo com a ANTT, a medida teve o objetivo de viabilizar a execução de investimentos que não seriam possíveis com o contrato vigente. “O contrato, firmado com a FCA há 17 anos, não exige investimentos na atual ferrovia, ocasionando degradação e ausência de modernização da estrutura”, afirmou.



SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES FERROVIÁRIO E METROVIÁRIO DOS ESTADOS DA BAHIA E SERGIPE.
Rua do Imperador, nº 353 - Mares - Salvador-BA | Tel: (71) 3505-1263 - Tel: (71) 3505-1258
Diretoria de Comunicação: Guilhermano da Silva Filho | Jornalista: Rodolfo Ribeiro ( DRT/BA - 3452 )

SINDIFERRO. © 2021. Todos os direitos reservados.